Pesquisar este blog

quinta-feira, 17 de junho de 2010

A Poesia do Campo de Santana - Rio de Janeiro



Bem no centro do Rio, em frente a Estação da Central do Brasil, existe um parque,na verdade chamado Campo de Santana.

Passei trocentas vezes por ali, sempre com a vontade de entrar, mas por causas poli diversas nunca fiz. Sempre achei os frequentadores do lugar, para lá de esquisitos, além do que rola muito francamente uma putaria as escusas.

Bem pertinho dali fica o maior centro popular do Rio: O famoso Saara. Não chega perto da 25 de Agosto, mas tem várias pechinchas para todos os gostos.

Pela santissima greve que hoje rolou no trabalho, tirei um dia de folga e fui resolver a vida comercial que fica para trás por falta de tempo livre.

Passei em frente ao dito cujo e resolvi entrar, deixando para trás as buzinas, o tansito desgorvenado e a multidão de pessoas apressadas.

Sim, eu estava no coração do centro do Rio de Janeiro e isso eu não tinha como esquecer.
Familias de sem teto agurdavam o anoitecer, com suas crianças se esgoelando, senhores tiravam uma pestana, trabalhadores aguardavam a hora de voltar a labuta, familias descansavam, mulheres de vida nem tão fácil , produzidas a moda Saara, se exibiam discretamente e eu, uma estranha no ninho, servia de espectadora daquele laboratório humano.

Pacificamente um bando de esquilos, gatos, pombos e Preás se engalfinhavam para comer sei lá o que a sombra de arvóres da época do Império.


Tudo em uma democracia invejável.. Só ali para voce ver uma cena dessas...

Lamentável que também o local hoje é deposito de gatos abandonados.

O "ser desumano" deveria aprender mais com os animais e saber respeitar as diferenças...


Achei aquilo tudo de uma poesia ainda por escrever que durou apenas alguns poucos minutos.




Para quem quiser ler mais....

Blog do campo de santana

História do Campo de Santana

Mais fotos do saara, campo de santana e Rio de Janeiro

3 comentários:

  1. Sou de Tocantins. Nunca fiu ao Rio de janeiro e também nem sei se um dia poderei ir, mas o relato que voce fez me deu uma ideia do que e esse lugar. Como voce dise e uma poesia a se escrever.
    Linda a sua estoria.

    ResponderExcluir
  2. EU CRESCI PASSANDO PELO CAMPO DE SANTANA,INDO AO CATUMBI VISITAR MEUS TIOS,MORAVA EM VILA VALQUEIRE E SEMPRE PAREI PRA ADMIRAR ESTE PEDAÇO DE NATUREZA EM MEIO A TODA A POLUIÇÃO,AGORA SEM QUERER AJUDANDO MINHA FILHA A FAZER UM TRABALHO SOBRE A PROCLAMAÇÃO EU LI ESTA POESIA E ME EMOCIONEI MINHA FILHA NÃO CONHECE,POIS MORAMOS EM ANGRA DOS REIS + UM DIA A LEVAREI E PASSAREMOS POR AI COMO EU FAZIA QUANDO CRIANÇA.SAUDADES!!!

    ResponderExcluir
  3. Claudia e Anonimo,
    Vale a pena dar uma passada por la.. LIndo lugar,pena que não conservado pelos vandalos que passam todos os dias por lá. Oh povinho que não quer dar mais 3 passos para jogar o lixo na lixeira,

    ResponderExcluir