Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 28 de julho de 2009

Sentir- se só - Ensaios sobre a solidão e o projeto " Eu preciso de Voce" da Prefeitura do Rio



Sentir-se sozinho na multidão.
Este é o dilema existencial de muitos.
Um pouco do Projeto disque solidão do Rio de Janeiro para Heteros e Gays. Informações ao final.






18:00.Um transito de fazer padre falar palavrão, buzinas ensurdecedoras, motoboys abusados e como sempre barbeiros a solto. Neste cenário, resolvi me desligar e ao olhar para o alto meu olhar se encontra com outro, porém bem solitário e amargurado. Sim, é possível somente em um olhar, mesmo que afastado, identificar esses traços, basta ser sensível a isso. Por instantes, esqueci dos barulhos, das pessoas, da falta de educação no transito e me concentrei naquele olhar gelado.


O sobrado branco de dois andares, estilo imperial abrigava esse homem de pouco mais de 40 anos, trajando provavelmente uma bermuda e chinelos, face sua camisa branca com gola esgarçada. Não faço da solidão uma poesia, como ouço alguns dizerem: - Gosto da minha companhia- Ok, gosto da minha companhia, me acha uma pessoa legal e me divirto com minhas sandices . Mas convenhamos que essa dita solidão só é poética quando por liberdade você a escolhe. A freqüência a torna cruel e como uma métrica desconjuntada, seu resultado é desagradável.

Todo o Natal, penso em quantas milhares de pessoas naquele momento familiar, sofrem com a felicidade do outro. Não por serem pessoas ruins, mas por desejarem ter alguém, ali, no seu lado, nem que seja somente para tomar uma taça de vinho. Natal e Ano novo são dias que deflagram a solidão. Sou solidária a esses seress. Um Natal interessante para mim, seria se eu pudesse reunir algumas pessoas nessa situação e celebrar aquele momento, afinal de contas, o simbolismo de Natal se esvaiu faz tempo.

Do fio desse novelo e como nada é completamente por acaso, hoje cai em minhas mãos uma noticia: Secretaria estadual do Rio possui projeto para solitário. Eu já havia escutado sobre esse projeto, mas a informação era de que ele havia acabado..

Fui verificar realmente procede. Para minha felicidade e surpresa, existe o mesmo serviço para gays acima de 50 anos. Nossa, debe existir alguém nesse comite que é do arco íris. Pensaram que gays descasados nessa faixa de idade, não curtem raves e boites, portanto, a probabilidade de voltarem a ter relacionamentos é muito difícil.Solução: Bailes!1 Genial! Parabéns a quem quer que seja que tenha tido essa brilhante idéia.

Então, o serviço funciona 24 horas e na emergência de casos, uma visita domiciliar é agendada.
Pensando bem, em épocas que o estar sobrepõem ao ser, acho que o disque solidão não atende somente aos “miserables”, mas também aos orkuteiros de 1000 amigos esvaziados de afeto e cumplicidade.
Pessoas não buscam somente uma felicidade materializada em carne e osso, mas principalmente a existência de um ser que se importe com ele e que possa confortá-lo.

Para quem interessar os telefones de atendimento:

PROJETO EU PRECISO DE VOCÊ
As ligações são gratuitas, sendo cobrado apenas o pulso telefônico.
Os telefones são:
- 2503-2372 e 2503-2376 (De segunda a sexta-feira, das 9 às 18h)
- 3292-7438 (De segunda a segunda, das 18 às 9h)
- 9923-0944 (De segunda a segunda, das 9 às 20h)

PROJETO EU PRECISO DE VOCÊ
DISQUE-SOLIDÃO GAY
2503-2372 e 2503-2376 , de segunda a sexta-feira, das 9 às 18h.


INFORMO QUE NO FINAL DE AGOSTO RECEBI A NOTICIA DE QUE O SERVIÇO NÃO É MAIS OFERECIDO

3 comentários:

  1. ^^^
    todo apoio a qualquer pessoa deve ser festejado
    e incentivado, porque medidas assim, salvam
    vidas, quando bem aplicadas na hora certa.


    abraço.

    ResponderExcluir
  2. Peggy,
    Não consigo acessar seu blog.. Block total.rss

    ResponderExcluir